Em finais do século passado, um grupo de amigos [Eduardo Costa Pereira, João Pimentel, Manuel Freire, Paulo Saraiva (entretanto falecido), Paulo Sucena e Rui Curto], reflectindo sobre a importância do vinho na sociabilidade e cultura portuguesas, conceberam o projecto de recolher e gravar uma antologia de cantigas populares portuguesas relacionadas com o vinho, a amizade e o acto social de beber.

Por variadas razões, o projecto, embora nunca esquecido, foi sendo adiado.

Tal como o vinho e a amizade carecem de maturação, também este projecto só passados cerca de vinte anos se corporizou. Apurada a antologia de textos e melodias, foram-lhe adidos o memorialismo e o ensaio, reunidos no volume que inclui o CD.

 

 
01-Passacalhe Lusíada
02-Pecados não temos
03-Todos bebem
04-De beber
05-O Pai de las ranas
06-Ladainha primeira
07-O Maridinho
08-Ladainha segunda
09-Deve, deve
10-Qui Tollis
11-Aos brindes
12-Quem não fuma
13-Aforismo


Voltar